Deus te compense, alma boa, a ti, que estendes a mão, repartindo alegremente carinho, agasalho e pão.

Deus te envolva em alegria todo esforço de esquecer a ofensa que se te faça, buscando a paz por prazer.

Deus te exalte o gesto amigo quando levantas alguém da tristeza do infortúnio para as estradas do bem.

Deus te engrandeça o trabalho com que te esqueces e vais auxiliar e servir aqueles que sofrem mais.

Por toda a benção que espalhes que o mundo nem sempre diz que a Vida te recompense e Deus te faça feliz.

Maria Dolores

Médium: Francisco Cândido Xavier
Do Livro: “A vida Conta” – Ed. CEU
Anúncios